Boa noite pessoal, tudo bem com vocês?
Hoje estou aqui para divulgar o curta que foi feito inspirado no livro Surpreendente do querido Maurício Gomyde. 
Assista e surpreenda-se


  


Roteiro: Maurício Gomyde e Alexandre Magno

Direção, edição e fotografia: Alexandre Magno
Elenco: João Gott (Pedro), Bianca Müller (Cristal), Mário Luz (Fit) e Gabriela Correa (Mayla)
Produção: Tatá Ervilha
Câmera: Daniel Alves e Alexandre Magno
Maquinária: Messias Filho
Maquiagem: Junior Leali
Produção de elenco: Daniela Vasconcelos
Dono do Opala: Fernanda
Pau pra toda obra: Enio Super

Músicas:
“Waiting for your love” – The William Breadman Project
“The Hollywood song” – Gagui



Confira mais sobre Surpreendente:

Pedro Diniz tem um desafio e um problema pela frente.

O desafio: filmar um roteiro magnífico capaz de surpreender o público e conquistar o grande prêmio do cinema brasileiro. O problema: não ter ideia de como fazer isso.

Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora da periferia, Pedro planeja seu próximo filme, a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração. 

A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.

Gostou do livro? Então aproveite que a Intrínseca bolou uma promoção no Instagram. Para participar é fácil, basta postar uma foto ou vídeo no instagram expressando a sua opinião de quais filmes são capazes de espalhar felicidade, acompanhada pela tag #SorteioSurpreendente. Serão 10 vencedores que vão levar um exemplar do romance autografado pelo Maurício Gomyde.



Escolhas

Editora: Qualis
Autor: Cristina Valori
Páginas: 254
Ano de publicação: 2015

Nota: 5



Sinopse: Quem determina o que é certo ou errado? Como saber qual caminho seguir? O que nos garante a certeza de ter feito a escolha correta? Será que a razão deve prevalecer ou seguir o coração é sempre o melhor? Você conseguiria viver sabendo que as suas decisões podem mudar tudo? Por que o destino as vezes nos testa? Para Fabiana nada poderia mudar a sua história. Ela sempre teve esta certeza, até que a vida provou que nem sempre é fácil decidir qual rumo tomar. Que o seu coração é quem comanda e a guiará para a decisão correta. Em um sábado como outro qualquer, Fabiana se vê diante de uma situação que mudará a sua estrutura, deixando-a com dúvidas sobre a sua, perfeita, vida. Ela será obrigada a fazer a sua escolha, quando o destino exige uma decisão. Como não se entregar ao verdadeiro amor? Como viver sem se sentir culpada? E por quê? Porque ela estava sendo testada daquela forma? Essas e outras perguntas começaram a fazer parte do seu dia a dia, desde o momento que resolveu seguir os seus sentimentos. E você? Faria o que? Seguiria o seu coração?



Minha Opinião: Quando conheci Cristina Valori em um evento literário, a partir do momento em que ela começou a falar sobre escolhas, eu simplesmente me apaixonei e disse a mim mesma que NECESSITAVA ler aquele livro.
   
 Escolhas conta a história de Fabiana, uma jovem de 30 anos, casada e com dois filhos.
 Casada a 11 anos, Fabiana leva uma vida estável e feliz, tudo parece normal e no lugar, até o dia em que ela decide fazer uma tatuagem e sua vida começa a mudar.
 Fabiana, acompanhada de seu marido (que não gosta de tatuagens, mas que respeitou a decisão de sua mulher) e seus chegam ao estúdio de tatuagens, porém, não haveria tempo de atender os três no mesmo dia, o que deixou Fabiana inquieta, afinal, ela estava decidida de que queria ser tatuada naquele dia, o tatuador resolveu ajudar, indicou seu colega e sócio para realizar o trabalho. Insegura de fazer sua tatuagem com alguém desconhecido, Fabiana pensa a respeita, sente-se um pouco relutante, mas decide dar uma chance e conhecer Gustavo (o tatuador).
 E é nesse momento em que as coisas começam a mudar..
" - Fabiana? - foi só isso, mais nada. Só precisou da sua voz, para fazer o meu coração acelerar, minhas pernas fraquejarem, e borboletas, que há muito tempo estavam adormecidas, se agitarem."



 Os olhares dos dois se encontram e naquele momento, ambos não sabem descrever o que está acontecendo. 
  Fabiana começa a fazer sua tatuagem, mas Gustavo pede para que ela volte para uma segunda sessão para finalizar, e sem pensar duas vezes, Fabiana diz que sim, pois ela decide precisa de mais, precisava descobrir as respostas para aquela sensação que aflorou em sei peito.


 Retornando no dia previsto, Fabiana está aflita e planeja fazer várias perguntas para Gustavo, afim de conhecer mais sobre ele e buscar as respostas que tanto procura. 
 A conversa entre os dois foi o suficiente para aumentar aquela sensação de amor à primeira vista, que ela tanto temia, afinal, Fabi logo percebe que seus sentimentos são correspondidos e isso a deixa extremamente feliz.
   
 A partir desse momento, os questionamentos sobre a vida começam. Será que Fabiana era realmente feliz? Será que Fabiana sabia o que era o amor? O que era aquele sentimento que crescia cada dia mais? Por que Gustavo mexia tanto com ela? Quem determina o que é certo pu errado? Qual caminho ela deveria seguir? 
 No início, Fabi mesmo confusa, reluta  em pensar em Gustavo e um possível envolvimento entre os dois, coloca em sua cabeça que está feliz com a vida que tem e que não é certo cogitar a hipótese de ir atrás de Gustavo...

"Mas infelizmente, ou felizmente, a vida dá voltas e coloca obstáculos que cabe a nós passarmos ou desviarmos. Será que durante o meu caminho me desviei ou optei pelo errado? Hoje, depois de tanto tempo, tenho certeza que fiz a escolha certa..."

 Ela tentou, e como tentou.. mas seus sentimentos por Gustavam foram mais fortes.
 Quando Fabi finalmente está disposta a viver o seu grande amor e abrir mão de seu casamento, mais uma vez sua vida dá uma reviravolta, e abala a si e a toda sua família fazendo com que ela e Gustavo tenham de adiar a chance e o desejo de viver esse grande amor.

 Escolhas nos faz refletir sobre a vida, sobre o destino, em como as coisas acontecem quando nós menos esperamos e em como uma decisão pode mudar totalmente a nossa vida.

 Narrado em primeira pessoa, Escolhas nos apresenta uma escrita simples, porém, muito envolvente. Com capítulos com a visão de Fabi, de seu marido e de Gustavo sobre a história. Ao término de cada capítulo, Cristina nos apresenta a letra de uma música, e isso faz com que tudo fique mais real e isso nos deixa mais envolvidos na história. 
 As músicas são lindas, Cristina Valori soube escolher a dedo a playlist de Escolhas. 
A capa do livro é linda, umas das minhas preferidas e a diagramação é bem feita.


"Você nunca vai me esquecer. Sabe como sei? Porque todas as vezes que olhar para a sua tatuagem, vai lembrar-se de mim. Eu te marquei para o reto da sua vida e da minha."




O livro superou as minhas expectativas (que já eram grandes) e foi extremamente envolvente, iniciei a leitura e quando percebi, havia devorado o livro em poucas horas.
Eu queria falar muito mais do que escrevi aqui para vocês, por isso foi muito difícil começar a escrever sobre Escolhas, todas as vezes que eu começava a fazer a resenha, eu acabava dando spoilers, o que não minha opinião não é legal.
Eu indico a leitura e já aviso, preparem seus lencinhos, pois Escolhas é simplesmente magnífico.


Como citei, Cristina Valori citou uma música ao término de cada capítulo, e eu criei uma Playlist com as músicas. Confiram e se apaixonem:






Confira o Book Trailer de Escolhas: 



Conheça mais sobre Cristina Valori:

 Cristina Lucio Valori, nasceu e cresceu em São Paulo. Formada em Administração, estudante do curso de Letras, tem 38 anos, casada, mãe de dois filhos, Guilherme e Marina.
 Além da família, seu bem mais precioso,  música, shows e principalmente os livros fazem parte da sua rotina.
 Apaixonada por leitura, acabou se encantando pela escrita. O resultado desse romance é o livro Escolhas, lançado pela Editora Qualis.
 Ganhadora do primeiro concurso literário realizado pela campanha "Eu Leio Brasil", com a crônica O que é o amor?





Bom dia pessoal, em homenagem ao Outubro rosa resolvi apoiar a causa de uma maneira diferente, interagindo a literatura com a campanha. Pensando nisso criei a tag #Literarosa. Isso mesmo, fotografe o seu livro Rosa e poste a foto nas redes sociais marcando a #Tag #Literarosa. 



Outubro Rosa é uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. 
 O movimento surgiu em 1990, em uma Corrida pela Cura, realizada em Nova York. 

O nome remete à cor do laço rosa que simboliza mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.


Compartilhe essa causa você também


Boa tarde pessoal, espero que estejam bem e gostando do blog :)

Bom, demorei, mas enfim preparei a postagem das aquisições literárias do mês de agosto. Eu sempre divulguei no instagram, mas resolvi criar uma postagem mensal aqui para o blog também. 

O mês de agosto foi um mês recheado, muitos sites com preços incríveis.. foi difícil manter o controle). 


Todos os livro, com exceção do Bala no Temporal e outros contos que foi enviado do parceiro Andreas Nora, foram aquisições particulares. 
No mês de agosto também recebi o livros Querubins da parceira Martha Ricas (como conclui a leitura recentemente, esqueci de pegar ele do carro).

Em breve tem resenha de Querubins e Prometo Falhar, leituras que conclui e que super indico. Aguardem as novidades e postagens :)


Olá pessoal, espero que vocês estejam bem.
 
Quem aqui nunca leu Nicholas Sparks, ou mesmo já ouviu falar sobre seus livros,  não é mesmo?
 Eu particularmente, sou completamente apaixonada por ele e pelo seu trabalho.
 
  Bom, hoje vim trazer para vocês a novidade (que não é tão novidade assim para quem é fã do tio Nick) do próximo lançamento, o livro "See me" que vai ser lançado no dia 13 de Outubro nos USA e será publicado também no mês de novembro em Portugal.


 Confiram a Sinopse de See Me:

"Colin Hancock está a tentar o seu melhor nesta segunda oportunidade. Com um historial de violência e de  más decisões, e a ameaça de prisão a persegui-lo, está determinado a fazer tudo certo. Para Colin, isso significa aplicar-se exclusivamente no seu curso de professor e evitar tudo o que foi destrutivo na sua vida passada. Relembrando-se todos os dias das duras lições que aprendeu, a última coisa que ele procura é uma relação.
 Maria Sanchez, filha trabalhadora de emigrantes mexicanos, é a imagem do sucesso convencional: tem um curso da Duke Law School e um emprego uma prestigiosa firma em Wilmington. É bonita, tem cabelo escuro e um registo profissional aparentemente perfeito. Ainda assim, Maria tem a sua própria história traumática que a obrigou a regressar à sua cidade natal e a fez questionar muito daquilo em que  alguma vez acreditou.
 Um encontro ao acaso  vai mudar as vidas de Colin e Maria, desafiando suposições sobre o outro e sobre eles próprios.  Enquanto o amor se apodera deles, ousam imaginar como poderá ser o seu futuro juntos... Até que lembranças ameaçadoras da vida anterior de Maria começam a aparecer. Quando uma série de incidentes ameaçadores causam o caos na vida de Maria, ela e Colin vão ser testados até ao limite. Será que os demônios dos seus passados irão conseguir destruir a relação ténue que começaram a construir  ou será que o seu amor os irá proteger?"

 See Me, um romance recheado de emoções e suspens, que não vejo a hora de ser lançado no Brasil. 



 Olá pessoal, espero que vocês estejam bem. 
 Como muitos devem saber, no dia 3 (setembro) começou a Bienal do Livro, que esse ano está acontecendo no Rio de Janeiro. 

 Para quem não conhece, a Bienal do Livro é o maior evento literário do país, um grande encontro que tem o livro como o astro principal. Para os leitores, é a oportunidade de aproximação dos seus autores favoritos e de conhecer muitos outros, e para os escritores, divulgarem suas obras.
  Durante onze dias, o Riocentro (onde ocorre a Bienal no RJ) sedia o evento cultural de literatura e educação. Nos espaços dedicados às atrações, o público pode participar de debates, bate-papos com escritores, sessões de autógrafos, além das atividades culturais que promovem a leitura. 



  Em todas as edições, o evento costuma contar com a presença de grandes autores nacionais e internacionais, e esse ano a lista é grande. Um dos autores que participou da Bienal do Livro este ano no último sábado, dia 5 de setembro foi o autor David Nicholls, que veio para lançar seu novo livro "Nós" pela editora Intrínseca. 
   David Nicholls também escreveu o romance Um Dia, que virou adaptação cinematográfica em 2011. 




    O filme conta a história de Dexter e Emma, que se conheceram na noite em que eles se formaram na Universidade de Edimburgo em 1988 e concordaram em manter a amizade e visitar um ao outro na mesma data todos os anos para ver como estão suas vidas. Embora ambos passem por diversos envolvimentos românticos, eles têm uma ligação especial que não conseguem explicar.

     Assim como o livro, o filme é lindo e apaixonante. 

E hoje a postagem do blog vai ser um pouco diferente, vou postar para vocês as frases do filme que na minha opinião, são as mais lindas.



Confira as melhores frases do filme Um Dia:


“Preciso falar com alguém. Alguém não. Você!”

“Eu te amo, Dex. Amo muito. Só não gosto mais de você.”
“Foi um dia memorável, pois operou grandes mudanças em mim. Mas isso se dá com qualquer vida. Imagine um dia especial na sua vida e pense como teria sido seu percurso sem ele. Faça uma pausa, você que está lendo, e pense na grande corrente de ferro, de ouro, de espinhos ou flores que jamais o teria prendido não fosse o encadeamento do primeiro elo em um dia memorável.”
“Não importa o que acontecerá amanhã, sempre lembrarei de hoje.”
“— Bem, você sabe o que dizem… — Faz uma pausa para dar mais efeito. — A gente sempre machuca quem ama!”
“Ele parecia estar sempre posando para uma fotografia.”
“Você é linda, sua velha rabugenta, e se eu pudesse te dar só um presente para o resto da sua vida seria este. Confiança. Seria o presente da Confiança. Ou isso ou uma vela perfumada.”
“Nos últimos tempos seu estado de espírito parece com uma caminhada sobre um rio congelado: na maior parte do tempo ele se sente seguro e confiante, mas existe sempre o perigo de afundar.”
“A amizade entre os dois era como um buquê de flores murchas que Emma insistia em regar. Por que não deixar morrer? Era tão irrealista desejar que uma amizade durasse para sempre.”
“Ela o fez decente , e em troca você a fez feliz .”
“Eu fico tão melhor com você por perto.”
“Você pode passar a vida inteira sem perceber que aquilo que procura está bem na sua frente.”
“[…] acho que você gosta de se sentir frustrada e ter menos do que queria ter porque isso é mais fácil, não é? O fracasso e a infelicidade são mais fáceis, porque você pode fazer piada com isso.”
“Às vezes você percebe quando os seus grandes momentos estão acontecendo, às vezes eles surgem do passado. Talvez seja a mesma coisa com as pessoas.”
“Não está afim de histórias engraçadas, quer uma mudança, uma ruptura, não anedotas. Sua vida tem sido repleta de anedotas, uma longa fila de besteiras, mas agora ela quer que alguma coisa dê certo pelo menos uma vez.”

“Tudo acontece no seu tempo. Tudo acontece, exatamente, quando deve acontecer.”





Procura-se um Marido


Editora: Verus (Record)
Autor: Carina Rissi
Páginas: 474
Ano de publicação: 2012

Nota: 5




Sinopse: Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.



Minha Opinião:  Normalmente os romances tem uma trama previsível,você já sabe que o casal principal vai passar por diversas dificuldades e que no final, vão viver felizes para sempre.. mas esse não é o caso de Procura-se Um Marido.
  Carina Rissi conseguiu me surpreender com sua trama maravilhosa, trama da qual prendeu minha atenção completamente. Quando iniciei a leitura, eu simplesmente não sabia como parar. 

       A história gira em torno de Alicia, uma garota extremamente fútil e mimada que foi criada pelo seu avô (rico), que sempre realizou todos os seus desejos. Mas, nem tudo é para sempre, não é mesmo?
      Alicia ainda parece uma adolescente e não tem noção alguma de responsabilidade, mesmo tendo seus 24 anos. Quando seu avô Narciso morre, Alicia se vê completamente perdida, principalmente ao descobrir que a vida fácil acabou. 
      A relação dela seu com o avô  Narciso  era simples, suave, palpável. Eles cultivavam um amor entre inexplicável, tinham respeito e  compreensão, exploravam os reais laços e valores de  o que é ser Família. 
 Seu avô se foi, mas deixou algumas condições e regras  para Alicia, que no começo parecem ser o fim do mundo para ela, mas que no decorrer da história, percebemos que seu avô fez um grande favor.

     Compras, festas, nenhuma regra, nenhum limite... isso foi antes, agora Alicia precisa de um emprego para poder se sustentar, precisa aprender a viver com um salário como uma pessoa qualquer, precisa de limites, regras e o principal: Um marido, pois só depois de casada que ela terá direito a sua herança.


    Quando Alicia não vê outra alternativa, se não cumprir os desejos de seu avô, ela começa a trabalhar na empresa de sua família.
    Alicia se preparou para um cargo a altura, esperava ter um cargo de presidente ou algo semelhante, mas o que ela não imaginava é que ela seria uma simples secretária, designada a receber ordens de outra pessoa (que não estava nenhum pouco disposta a aturar as atitudes mimadas de Alicia).
   Um dos personagens secundários da trama é Maximus, um homem que é literalmente o máximo. Trabalha na mesma empresa que Alicia. Um homem de temperamento forte e com uma intensidade inexplicável. Quando esta com raiva, fica furioso mesmo, mas quando esta apaixonado, ninguém pode detê-lo. Com seu jeito certinho que chega a irritar e com aqueles olhos verdes profundos, ele se tornou um personagem inesquecível.
      
“- Eu amo você. Eu. Amo. Você. Amo com meu coração, com meu corpo, com minha alma. Amo você desde sempre, Alicia. […]” – Página 352


    Duas pessoas geniosas e temperamentais, que se apaixonam.
    A dificuldade em viver com regras.
    A saudade de seu avô, que era a sua família.
    A pressão.
    As mentiras.

    Um amor arrebatador entre Alicia e Max.
    

Procura-se um Marido é um livro delicioso, com algumas cenas engraçadas e outras tristes, Carina Rissi me conquistou completamente e eu sem dúvidas, indico essa leitura. 






Caixa de Pássaros

Editora: Intrínseca
Autor: Josh Malerman
Páginas: 272
Ano de publicação: 2015

Nota: 5

Sinopse: Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. 
Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.


Minha Opinião: Quando participei da Turnê Intrínseca, fiquei sabendo sobre Caixa de pássaros. Os mediadores do evento fizeram a apresentação do livro e uma breve resenha sobre ele (sem spoilers, claro), e quando sai de lá, decidi que necessitava ler o livro.
   Como costumo fazer, fui atrás de informações sobre ele, críticas e comentários em relação a leitura. Li muitas críticas sobre o livro, muitas positivas, outras nem tanto.   Minhas expectativas sobre ele eram grandes, e ao ler o livro fui surpreendida com algo diferente do que esperava. Tudo o que imaginei ou concebi antes de começar a leitura mudou no decorrer da mesma e principalmente, ao término dela.... Me me vi diante de algo que eu literalmente não imaginava.

  Caixa de Pássaros é um livro que abusa do horror psicológico, um livro que provoca sensações inexplicáveis e muitos calafrios no leitor a cada página.
  Tantos medos pertubam a alma, o medo do que se espera, o medo do que se vê, mas o pior deles é o medo do desconhecido, afinal, como reagir frente ao que não se conhece? Como se defender do inimigo que nem ao menos é visto? Um medo no escuro se transforma em uma tremenda monstruosidade.
  A cada página o autor consegue prender o leitor de uma forma perturbante, desejamos concluir a leitura, porém, não queremos que a mesma termine. Uma mistura de tensão, ansiedade, desespero, angústia e medo.

  A narrativa de caixa de Pássaros é extremamente claustrofóbica que penetra na mente do leitor de forma torturante, angustiante e deliciosa, afinal, que leitura que instiga tanto um leitor não pode ser incrivelmente maravilhosa, não é mesmo?
 Uma história narrada em terceira pessoa acompanhando Malorie, a personagem principal, no presente e a quatro anos atrás, quando tudo começou, quando o problema se espalhou.

 Os capítulos são alternados entre estes dois pontos da narrativa, em que em determinado momento convergem para o grande final. 
 O modo como Josy conduziu a narrativa alternada em dois tempos, foi fantástica pois já sabemos, de certa forma, o que vai acontecer, mas nem por isso o suspense é quebrado, pelo contrário, só instiga e tortura mais e mais o leitor. 
 Josy conseguiu incutir um clima pesado e tenso de um terror que vai se infiltrando pelas beiradas, assombrando com barulhos e sensações.

  “Na calçada, um casal passa com o jornal cobrindo o rosto até as têmporas”. Alguns motoristas dirigem com os retrovisores virados para cima. Distante, Malorie se pergunta se aqueles são sinais de que a sociedade está começando a acreditar que há algo de errado. E se houver, o que é?”… “Um homem no fim do corredor abre uma caixa de curativos. Então põe um deles sobre o olho.”

   Alguma coisa existe lá fora, alguma coisa que espera por você, em todos os lugares. Ninguém sabe o que é, quem é ou qual sua forma, porque quem viu, não viveu pra contar a história. Só se sabe que é letal. Há algo lá fora esperando para enlouquecer e toturar você e fazer você cometer atos horríveis e inexplicáveis. Basta apenas um segundo, um descuido e tudo está terminado, basta você olhar para o desconhecido, olhar para "aquilo" e você está perdido, então, Feche os olhos!

   Use uma venda, tape as janelas com cobertores, tábuas, ou o que encontrar. Construa barricadas, não deixe um sequer buraco de claridade aparecer, você não pode ver a luz do mundo lá fora. Você tem que se esconder do mundo... Viver na escuridão de uma casa com medo, com perguntas sem respostas, com a tortura de não saber pelo que esse medo é representado, não saber quando todo esse sofrimento vai acabar.. até quando?

  Anos se passaram desde que o inexplicável surto começou, agora Malorie e os dois filhos têm de enfrentar o desconhecido para salvar suas vidas. Uma viagem literalmente no escuro, sem abrir os olhos, onde qualquer atitude erronia, pode mata-los, onde uma mãe tem que criar os filhos seguindo a razão e deixando de lado a emoção. 
  A trama se baseia nessas sensações, no medo pelo desconhecido, na fuga de uma mãe com seus dois filhos na tentativa de salva-los "daquilo".


“Remar vendada é ainda mais difícil do que Malorie havia imaginado. Já aconteceu de muitas vezes o barco bater nas margens e ficar preso por vários minutos. Durante esse tempo, ela foi tomada por imagens de mãos invisíveis tirando as vendas dos olhos das crianças. Dedos emergindo da água, surgindo da lama das margens.”



[TURNÊ MEG CABOT NO BRASIL]


Atenção aos fãs da linda Meg Cabot, ela vem ao Brasil em Outubro.



A autora best-seller Meg Cabot vem ao Brasil lançar "O casamento da Princesa", o décimo primeiro volume da série que encantou milhões de adolescentes ao redor do mundo, e a edição comemorativa de 15 anos do livro "O diário da Princesa". 
A edição de luxo com novo projeto gráfico terá capa dura forrada com tecido, miolo em duas cores e apresentação de Paula Pimenta, autora de “Cinderela Pop”.

Em São Paulo o lançamento e sessão de autógrafos irá acontecer no dia 20/10 (terça feira) as 17h na livraria Saraiva do Shopping Center Norte.



Conheça mais sobre a querida Meg:


Meggin Patricia Cabot, também conhecida como Meg Cabot ou Patricia Cabot (pseudonimo Jenny Carroll), nasceu no dia 1º de Fevereiro de 1967 em Bloomington. Graduada em Artes na Universidade de Indiana, se mudou para NY para tentar carreira na área. Em NY, ela também trabalhou como assistente administrativa num alojamento de estudantes universitários na Universidade de Nova Iorque.
Meg se casou com Benjamin Egnatz em 1º de Abril de 1993 em uma fuga para a Itália.
Meg tem mais de 60 livros publicados, entre eles a Coleção O diário da princesa, os Guias como Lições de princesa e O presente da princesa, A Mediadora, Série The Heather Wells Mistery, Série Boy, entre outros.





Boa noite pessoal, é com muito prazer que  venho contar para vocês sober o próximo lançamento da maravilhosa Lauren Oliver, autora do livro Antes que eu vá (perfeito). 

 - "Desaparecidas", de Lauren Oliver, um dos mais aguardados lançamentos de 2015. 



Confira a sinopse:

 "As irmãs Dara e Nick eram inseparáveis, mas isso foi antes — antes de Dara beijar Parker, antes de Nick perdê-lo como melhor amigo, antes do acidente que deixou cicatrizes no belo rosto de Dara. Agora as duas, que eram tão próximas, não estão mais se falando. Em um instante Nick perdeu tudo, e está determinada a usar o verão para conseguir sua vida de volta.
Só que Dara tem outros planos. Quando ela desaparece, no dia de seu aniversário, Nick acha que a irmã está se divertindo por aí. Mas outra garota também sumiu — Madeline Snow, de nove anos — e, conforme Nick procura pela irmã, fica cada vez mais convencida de que os dois desaparecimentos podem estar conectados. Neste livro tenso e cativante, Lauren Oliver cria um mundo de intrigas, perdas e suspeitas, enquanto duas irmãs buscam encontrar uma à outra — e a si mesmas."


Uma notícia maravilhosa para todos os apaixonados pelo Travis Maddox e sua família, a aguardada continuação da série "Irmãos Maddox" já está em pré-venda. 




Confira a sinopse de Bela Redenção:

 "Liis Lindy é uma agente do FBI decidida a se casar apenas com o trabalho. Ela adora sua mesa, está em um relacionamento sério com seu laptop e sonha em ser cumprimentada pelo diretor depois de solucionar um caso difícil. O agente especial Thomas Maddox é arrogante e implacável, um dos melhores que o FBI tem a oferecer — e chefe de Liis. Quando Liis e Thomas são encarregados de uma missão em que precisam fingir ser um casal, a atração entre eles chega ao limite — e os leva a questionar quanto realmente estavam fingindo. Bela redenção é o segundo volume da série que narra a excitante, romântica e por vezes volátil jornada dos Maddox rumo ao amor. Chegou a hora de conhecer o mundo misterioso do esquivo Thomas e descobrir como a paixão pode ser intensa quando você não é a primeira, e sim a última. Além, é claro, de rever os outros irmãos da família Maddox."



Compre Bela Redenção em pré venda:





Proibido

Editora: Valentina
Autor: Tabitha Suzuma
Páginas: 304
Ano de publicação: 2014
Nota: 5



Sinopse: Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis.
Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.

Eles são irmão e irmã.

Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.


"Você pode fechar os olhos para o que você não quer ver, mas você não pode fechar seu coração para o que você não quer sentir."




Minha Opinião: Realizar a resenha de Proibido é uma das coisas mais difíceis a serem realizadas, pois é um livro que aborda um grande tabu, um assunto muito difícil de ser abordado, sem contar que é quase impossível falar de Proibido sem dar spoilers.
   Proibido é um livro extremamente profundo e sentimental, que transmite mensagens importantes, porém, que são difíceis de serem transmitidas e de repassar qualquer tipo de opinião.

   A narrativa de Proibido é intercalada entre os dois protagonistas, os irmãos Maya e Lochan. Narrativas assim são muito bem elaboradas para a compreensão do leitor, pois transmite o sentimento de cada um em relação ao que se passa ao seu redor.
  O que mais me chamou a atenção nessa história, foi o comportamento dos irmãos em meio a uma família problemática e catastrófica.


  A família é composta por cinco irmãos, Lochan, Maya, Kit, Willa e Tiffin e a mãe. 
  Um pai que abandonou o lar, uma mãe irresponsável que está cada vez mais ausente, largando suas responsabilidades para Lochan e Maya, os filhos mais velhos. Uma família que pouco a pouco caminha para o caos. Como se não bastasse o desleixo da mãe com seus filhos, tem Kit, o irmão adolescente e rebelde, que faz de tudo para implicar com Lochan e suas atitudes.

 Lochan, um rapaz muito inteligente que faz o possível e o impossível para resolver os problemas de sua família e ajudar dentro de casa, cuidando da mesma e de seus irmãos. Lochan não é o mesmo fora de casa...
 ... na escola, Lochan é completamente reservado e evita qualquer tipo de conversa com seus colegas e professores, até mesmo o mais simples diálogo. Devido a sua timidez e seu jeito de ser, é tachado como "problemático" e excluído.
  Maya, é completamente o oposto de seu irmão Lochan. Uma garota linda que chama a atenção por onde passa, tem diversos amigos e uma vida social ótima.
 Quando iniciei a leitura de Proibido, eu achava que simplesmente o relacionamento entre os dois irmãos acontecia repentinamente, mas eu estava enganada e os primeiros capítulos do livro são primordiais para esclarecer como tudo aconteceu e quando isso começou.

 Tabitha soube prender o leitor com seu enredo, além de o fazer refletir em relação a vida, as escolhas, o amor, o que é certo e o que é errado, paciência, tensão e o perdão.
 Os irmãos sabem que não é certo nutrir um relacionamento que não seja o fraternal entre eles, e passam um bom tempo negando a eles mesmo esse sentimento, tentando esconder, porém, como dizem por ai "podemos enganar os outros mas não a nós mesmos" e é assim com Lochan e Maya.
 Um amor impossível perante a tudo e a todos, comovente, triste e que afeta a todos ao seu redor. Proibido é um livro encantador e extremamente bem escrito.





 Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa? O que é certo? O que é errado?




Boa tarde pessoal, tudo bem com vocês?
 É com muito prazer que venho anunciar a parceria do blog com a querida autora Martha Ricas. 



Martha Ricas, nascida em São Paulo, onde ainda reside. Desde pequena, adora a arte em suas mais diversas formas: compunha para a lua, escrevia diários de garatujas e desenhava personagens imaginários. Na adolescência, se envolveu com a música onde atuou como vocalista.

Quando precisou escolher a faculdade, sempre tinha por certo que seria Comunicação Social, porém seu gosto pela leitura de alguma maneira falou mais alto: formou-se em Letras por amar o encanto da literatura e sua alquimia de palavras. Atualmente, leciona português e inglês.

Continua a cantar e tocar violão nas horas vagas, escreve para o seu blog, além de se aventurar pelo design de interiores e dança. Vê na escrita uma forma de expressão artística e um passaporte para mundos nem sempre tão distantes, porém sempre diferentes e incríveis.



 A história de seu primeiro romance Querubins: A sentença da espada, sempre permeava sua imaginação, mas coloca-la no papel era um passo até então inexplorado. Certo dia, decidiu que valeria a tentativa e agora o livro já é uma realidade.


Conheça mais sobre Querubins: A sentença da espada:

O que teriam em comum um querubim em missão numa remota vila celta
no século V a.C. e uma dama vitoriana?
Existe uma guerra sendo travada neste exato momento. Céus e inferno tem anjos e demônios empenhados em batalhas por todo o Universo. O objetivo? Ganhar a alma humana.
Querubins, A sentença da espada é o relato da querubim Chaya, que não vê no homem um ser especial, mas cujo espírito guerreiro não a deixa fugir de uma batalha e de Mary Grace, uma donzela da Inglaterra vitoriana atormentada por visões que não consegue desvendar.


Boa tarde pessoal, tudo bem com vocês? 
   Hoje vim apresentar o livro Fugitivos do querido autor Carlos H. Barros, que é parceiro aqui do blog. 


Confira a sinopse do livro:

 De onde vem a amizade? O que é necessário para se ter uma vida melhor? Caio, um carioca de 15 anos, perdeu os pais em uma tragédia e foi morar com a avó em Belo Horizonte. Cheio de traumas, causados pelo incidente que vitimou sua família, ele não tem mais desejo de retomar sua vida. Fernanda, de 15 anos, protege seu irmão Jonas, de 11 anos, do temperamento violento do pai. Ela se apaixona por Caio, e este por ela. O sentimento que nutrem, será o catalizador de uma briga que colocará em risco a segurança dos dois. Gabriel, de 17 anos, e Bianca, sua irmã de 5 anos, perderam a mãe, por ela ser viciada e ter sofrido uma overdose, e o pai está preso. Ficam sob a tutela da Justiça e do irmão mais velho, de 20 anos, que apoia o pai em planos escusos para melhorarem de vida. Em Fugitivos, acompanhamos o amor nascer entre Caio e Fernanda, e a força da amizade que surge entre os cinco jovens, de forma tão intensa, que o drama de cada um deixa de ser individual e passa a ser de todos. No momento em que suas histórias se misturam, eles precisam fugir para salvarem suas vidas. Nessa corrida emocionante, que atravessa os estados de Minas Gerais, Bahia, Alagoas e Pernambuco, mais de dois mil quilômetros, iremos descobrir seus sonhos, seus medos, suas tristezas e suas alegrias, tudo envolto por muito suspense, perigo, romance e reviravoltas surpreendentes.